Clayton de Souza/Estadão
Clayton de Souza/Estadão

Problemas com Simples Doméstico persistem pelo quarto dia

Contribuintes relatam 'serviço indisponível' para emissão da guia de pagamento do tributo

Flavia Alemi, O Estado de S. Paulo

04 de novembro de 2015 | 11h14

Atualizado às 20h30

SÃO PAULO - Pelo quarto dia seguido, os contribuintes do Simples Doméstico encontraram dificuldades para emitir a guia de pagamento do imposto, mesmo após a Receita Federal garantir durante entrevista coletiva realizada na terça que os problemas seriam solucionados hoje.

O prazo de vencimento do tributo seria nesta sexta-feira, 6, e a Receita Federal inicialmente informou que não iria alterar esse prazo. No início da noite desta quarta-feira, no entanto, o Planalto informou que será publicada portaria prorrogando o prazo para emissão e pagamento da guia até 30 de novembro.

Serviço indisponível. O professor Sandro Marques tenta emitir o documento desde a manhã de ontem sem sucesso. Nesta quarta, já foram mais de três tentativas. "Liguei o cronômetro e vi que perdi 10 minutos entre fazer login e chegar numa tela de erro. O sistema está lento", detalha Marques. 

A mesma tela aparece para a auxiliar de contabilidade Tarjla Valleria da Silva Beleza. "Sempre que chego no último passo de emitir a guia, a página sai do ar e diz que o serviço não está disponível", relata. Na terça-feira, Tarjla conseguiu imprimir duas guias, mas ressalta: "foi o dia inteiro tentando."

No caso do engenheiro Luís Rocha, as tentativas de emissão do boleto se repetem desde domingo, 1, o primeiro dia em que o serviço começou a funcionar. "Quando aperto o botão 'emitir guia', a página não carrega e, após um tempo, aparece a mensagem 'timed_out'. Espero que a Receita resolva até o prazo do pagamento", destaca.

Madrugada. Os problemas de Marques, Tarjla e Rocha, porém, não são a realidade do professor José Paulo Martins. Ele não teve qualquer problema com o sistema, tanto para cadastrar sua empregada doméstica, quanto para emitir o boleto. O segredo, talvez, esteja no horário em que Martins acessou o eSocial: às 5 horas da manhã desta quarta. "Acredito que o principal problema seja o congestionamento do site. Além disso, sistema novo sempre precisa de ajustes", frisa.

Desde a sua liberação, o sistema recebeu 1,131 milhão de cadastros de empregadores e 1,164 milhão de empregados. Ocorre que, até o último balanço, apenas 134 mil guias de pagamento do Simples foram emitidas, ou seja, apenas 13% do total. A Receita espera que esse número chegue a 250 mil nesta quarta-feira.

Tudo o que sabemos sobre:
Simples domésticoReceita Federal

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.