Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Problemas na Amazon tiram empresas de internet do ar

LOS ANGELES

, O Estado de S.Paulo

22 de abril de 2011 | 00h00

Um problema nos servidores da Amazon tirou ontem do ar vários serviços de redes sociais, como o Foursquare e o Quora, trazendo preocupações sobre o modelo de computação em nuvem. A maior varejista virtual do mundo oferece hospedagem de internet para várias empresas iniciantes, por meio do serviço chamado Elastic Compute Cloud (EC2).

O modelo de computação em nuvem, em que serviços são hospedados na internet, é vista como o futuro da computação para consumidores e empresas, em um mundo cada vez mais móvel e conectado.

Mesmo assim, analistas têm alertado sobre questões de segurança, privacidade e confiabilidade. As companhias, especialmente empresas iniciantes de internet, buscam cada vez mais terceirizar funções como hospedagem web para servidores de terceiros, com o objetivo de reduzir gastos.

Segundo a Amazon, seu serviço de computação em nuvem apresentou problemas de latência e outros erros.

"Estamos vendo agora redução significativa de falhas e latência, e continuamos a nos recuperar", informou, na tarde de ontem, a empresa em seu site. A Amazon aumentou a capacidade do serviço afetado, para resolver os problemas.

A companhia não ofereceu maiores informações sobre a pane, além daquelas que colocou em seu site.

O Foursquare, um dos mais conhecidos serviços de rede social baseados em localização, apontou a Amazon como responsável por dificuldades técnicas que enfrentou ontem. O serviço permite que seus usuários transmitam sua localização para amigos.

A primeira página do Quora, rede social de perguntas e respostas, informava ontem que o serviço estava fora do ar, mas que voltaria logo.

O apagão de dados também afetou o agregador de notícias Reddit e a HootSuite, ferramenta de gestão de redes sociais. O Reddit informou, em sua página, que estava em "modo de emergência somente para leitura" de conteúdos, por causa das complicações nos servidores da Amazon. / REUTERS E EFE

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.