seu bolso

E-Investidor: O passo a passo para montar uma reserva de emergência

Problemas na Ucrânia preocupam bancos na Áustria

O presidente do Banco Central da Áustria, Ewald Nowotny, afirmou neste domingo que problemas com a Rússia seriam mais graves porque a exposição dos bancos austríacos naquele país é três vezes maior que na Ucrânia. De acordo com ele, que também é membro do Banco Central Europeu (BCE), as operações na Rússia somam 15 bilhões de euros, enquanto na Ucrânia giram em torno de 5 bilhões de euros.

Agencia Estado

09 de março de 2014 | 11h17

Nowotny disse, ainda, que continua otimista de que o rating de crédito da Áustria continuará forte, apesar das dificuldades enfrentadas pelo estatal Hypo Alpe-Adria Bank AG. Conforme o presidente do BC austríaco, uma força-tarefa recomendou que os 17,8 bilhões de euros (US$ 25 bilhões) em dívidas e ativos problemáticos do banco estatal sejam concentrados em uma instituição separada. Mas cabe ao governo decidir sobre como lidar com o Hypo Alpe-Adria. O ministro de Finanças, Michael Spindelegger, disse que uma decisão será tomada até o fim de março. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
ÁUSTRIABANCOSUCRÂNIA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.