Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

Procon alerta sobre consumo de água engarrafada

O Procon-SP, órgão de defesa do consumidor, alerta que os consumidores devem estar atentos à embalagem da água engarrafada. Nela há a especificação de água mineral ou adicionada de sais. Embora as duas embalagens sejam semelhantes, os produtos apresentam diferenças, como as propriedades de ação medicinal. Outra diferença é que a água adicionada de sais é potável e comum, ou seja, após a eliminação de resíduos de cloro usados na sua purificação são adicionados sais minerais de uso permitido como cálcio, magnésio, potássio ou sódio. Seu rótulo deve incluir a expressão "água adicionada de sais" em caracteres visíveis que a diferencie claramente da água mineral. É proibida a denominação "água mineral" e derivações como "água mineralizada" ou ainda qualquer indicação relacionada às propriedades terapêuticas. Elas podem ser com ou sem gás, com acréscimo de gás carbônico de padrão alimentício, o mesmo empregado nos refrigerantes.Já as águas minerais tradicionalmente conhecidas são provenientes de fontes naturais ou de fontes captadas artificialmente. Possuem composição química ou propriedades físicas ou físico-químicas distintas das águas comuns, que podem lhe conferir ação medicamentosa, embora nenhuma designação quanto às suas propriedades terapêuticas possa constar no rótulo sem prévia autorização. Cuidados ao consumirAo adquirir água engarrafada o consumidor deve começar prestando atenção ao local onde a embalagem está colocada. Não adquira as que estiverem próximas a lugares aquecidos, ou expostas ao sol, pois o calor favorece o crescimento de algas que modificam a coloração da água, de amarelo a verde, tornando-a imprópria ao consumo. Também não compre as que estiverem perto de produtos que exalam cheiro forte. Nestes casos o plástico absorve odores que podem contaminar a água.Certifique-se de que não há impurezas no interior da embalagem e se o lacre não está rompido ou mesmo ausente, apresentando vazamento ou rachaduras. Esteja alerta quanto à data de validade e integridade da embalagem quando for adquirir estas bebidas em promoções oferecidas por algum estabelecimento.A compra de água de ambulantes em semáforos, ruas, parques e pedágios deve ser evitada pois, além de estar sob os raios solares, a maioria não possui rótulo e lacre, levando a crer que não passou por análise e inspeção do órgão fiscalizador competente.

Agencia Estado,

17 de janeiro de 2001 | 16h57

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.