Cacau Show
Cacau Show

Procon cobra explicações de Cacau Show sobre picolé com bebida alcoólica

Segundo órgão de defesa de consumidor, propaganda de sorvete sabor Smirnoff Ice pode induzir criança ao consumo de álcool

Renato Jakitas, O Estado de S.Paulo

07 de março de 2019 | 13h18
Atualizado 08 de março de 2019 | 20h58

O Procon-SP vai intimar a rede de lojas de chocolate Cacau Show a prestar esclarecimentos sobre uma nova linha de sorvetes que leva bebida alcoólica em sua composição.

O alvo da investigação é o picolé sabor Smirnoff Ice, que segundo a empresa além de ter o sabor da própria bebida, vem coberto por chocolate branco.

A Fundação Procon, que é vinculada à Secretaria da Justiça e Cidadania, alega que as peças publicitárias para a marca podem "incitar o menor de idade ao interesse precoce pelo consumo de bebida alcoólica.

"Considerando que o sorvete é um alimento que usualmente é voltado também para o público infantil, sem restrições de caráter legal, pedagógico ou de saúde pública, a Fundação entende que é seu dever intervir na questão, visando proteger e defender os interesses dos consumidores", observa o Procon-SP, em nota.

Em nota, a Cacau Show afirma que ainda não recebeu documento do Procon sobre os gelatos de Smirnoff Ice. Segundo a empresa, "a veiculação de mídia foi realizada apenas nas plataformas digitais", com adoção de medidas e frases de advertência "em consonância com a Legislação Brasileira vigente".

"Salientamos ainda que em nossos pontos de venda também fizemos constar todas as advertências legais e o produto não é vendido para menores de 18 anos", diz a Cacau Show.

Mais conteúdo sobre:
ProconCacau Show

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.