Procon: cuidado com medicamentos roubados

Em comunicado oficial à imprensa, o Procon-SP, órgão de defesa do consumidor ligado ao governo estadual, orienta os consumidores a não adquirir os medicamentos da Apsen Farmacêutica S/A que fazem parte de um lote roubado. Segundo a empresa informou no último dia 25, os lotes roubados foram os seguintes: - lote 101023 com validade até 1/2003, continha blisters de Noodipina 30 mg x 15 comprimidos;- lote 101024, com validade até 01/2003, continha blisters de Noodipina 30 mg x 15 comprimidos;- lote 011063, com validade até 11/2002, continha blisters de Seis-B 30 mg x 10 comprimidos.De acordo com comunicado da Apsen Farmacêutica, o roubo desses produtos foi devidamente comunicado às autoridades sanitárias e policiais. A empresa colocou à disposição o seu centro de atendimento ao consumidor que atende pelo número 0800-165678 para mais informações ou esclarecimentos adicionais. A ligação é gratuita.Quaisquer dúvidas dos consumidores poderão ser encaminhadas ao atendimento pessoal da Fundação Procon-SP, que funciona no Poupatempo Sé (Praça do Carmo s/n), Poupatempo Itaquera (Av. do Contorno, 60, ao lado da Estação Corinthians - Itaquera do metrô) e Poupatempo Santo Amaro (Rua Amador Bueno, 176/258). Por carta: Caixa Postal 3050 - CEP 01061-970 ou fax: 3824-0717.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.