Procon do Paraná pedirá suspensão do reajuste da telefonia

A Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon) do Paraná entrará amanhã com uma ação civil coletiva, no Tribunal de Justiça, contra o aumento de 28,75% aprovado na semana passada pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) nas tarifas telefônicas. "O objetivo é sustar esse reajuste", disse o coordenador do Procon, Algaci Túlio. De acordo com Algaci Túlio, o consumidor está em desvantagem e inconformado com o aumento da tarifa. "É obrigação do Procon a defesa dos interesses e direitos estabelecidos pelo Código de Defesa do Consumidor", afirmou. Segundo ele, o presidente da República e o ministro das Comunicações já manifestaram desagrado com o aumento, considerado excessivo. Por isso, acredita que a Justiça também terá "sensibilidade".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.