Procon: empréstimo pessoal está mais caro

Pesquisa da Fundação Procon-SP, órgão de defesa do consumidor ligado ao governo estadual, sobre os juros cobrados para o concessão de crédito para pessoa física no mês de abril indica que as taxas do empréstimo pessoal subiram em relação ao mês de março. Já para o cheque especial, os juros apresentaram uma ligeira queda no mesmo período.Pela pesquisa, realizada entre os dias 9 e 10 de abril, a taxa média do empréstimo pessoal, que em março estava em 4,34% ao mês, subiu para 4,54% ao mês em abril. Já a taxa média do cheque especial caiu de 8,51% ao mês em março para 8,49% em abril. Dos bancos pesquisados, cinco contribuíram para a alta da média do empréstimo pessoal. A maior alta verificada foi a do Banespa, cuja taxa subiu de 2,95% para 4,20% ao mês. Os outros bancos que elevaram os juros foram o Banco do Brasil - 3,80% para 4,60% ao mês - , o BBV - de 2,90% para 3,20% ao mês - , o Santander - de 3,70% para 4,30% ao mês - e o Real - de 4,20% para 4,50% ao mês. O único banco que reduziu os juros do empréstimo pessoal, em abril na comparação com março, foi a Caixa Econômica Federal (CEF), de 4,80% ao mês para 4,35% ao mês.Com relação ao cheque especial, apenas o Banespa elevou a taxa de juros em abril. A alta foi de 7,75% para 8,10% ao mês. As quedas verificadas foram do Banco do Brasil, que reduziu sua taxa de 7,90% para 7,74% ao mês, e do BBV, cuja taxa caiu de 9,0% para 8,50% ao mês, também levando-se m em conta os juros de abril na comparação com março. Maiores taxasCom relação ao cheque especial verificou-se que a maior taxa foi de 9,90% ao mês praticada pelo Bandeirantes, enquanto que a menor foi de 7,70% ao mês, praticada pelos bancos Nossa Caixa e CEF. No caso do empréstimo pessoal, a maior taxa foi de 5,40% ao mês, praticada pelos bancos Bradesco e BCN. A menor taxa foi de 3,20% do BBV. Veja link abaixo.Os técnicos do Procon-SP alertam para que se evite, na medida do possível, o uso dessas modalidades de crédito, pois a taxas permanecem elevadas. O consumidor nunca deve incorporar o limite do cheque especial à sua renda, pois tal prática representa um grande risco ao seu orçamento. Veja pesquisa completa no link abaixo.

Agencia Estado,

16 de abril de 2001 | 10h47

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.