Procon: juro para empréstimo pessoal sobe

A volatilidade cambial e as incertezas sobre a economia afetaram a taxa de juros cobrada sobre as operações de empréstimos pessoais. Pesquisa realizada pela Fundação Procon - órgão de defesa do consumidor ligado ao governo do Estado - entre os dias 7 e 8 deste mês mostra que os juros nestas operações subiram em média 0,05 ponto porcentual, de 5,63% em setembro para 5,68% em outubro.Segundo a pesquisa, a maior taxa foi apurada nas agências do Banco Itaú, que corrige suas operações de empréstimos pessoais a uma taxa de 6,95% ao mês. A Nossa Caixa lidera o ranking das menores taxas, com 3,95%.As instituições que elevaram suas taxas este mês foram o Banco Real e o BBV Banco. A primeira aumentou sua taxa de 4,40% ao mês em setembro para 4,80%. O Real reajustou a sua taxa de 5,75% ao mês para 5,90%.A pesquisa do Procon também apurou as taxas de juros do cheque especial. Para este serviço, observou-se que a taxa média manteve-se estável em 8,76% ao mês. A maior taxa mensal em outubro foi de 9,50%, cobrada pelo BCN, e a menor foi de 7,95%, pela Nossa Caixa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.