finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Procon: juros bancários têm leve queda em agosto

As taxas médias de juros cobrados em empréstimo pessoal e cheque especial tiveram um decréscimo de 0,02 e 0,01 ponto porcentual, respectivamente, em agosto, segundo apontou a pesquisa realizada pela Fundação Procon-SP. A pesquisa foi realizada no dia 2 de agosto nos bancos HSBC, Santander, Banespa, Bradesco, Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal, Itaú, Safra, Nossa Caixa, Real e Unibanco.De acordo com levantamento do Procon, em agosto a taxa média de juros para empréstimo pessoal apresentou leve queda, variando de 5,29% para 5,27% ao mês. A taxa média equivalente ao ano foi de 85,12%. Dentre os bancos consultados, o que apresentou maior juros no empréstimo pessoal, no contrato de 12 meses para clientes não preferenciais, foi o Itaú, com taxa de 5,92% ao mês. A Nossa Caixa foi a que teve menor cobrança, de 4,25%.A pesquisa revelou que a redução também foi discreta nas operações de cheque especial. A taxa média de juros foi de 8,22% ao mês, ante 8,23% verificada em julho. A taxa média equivalente ao ano foi de 157,92%. Considerando o período de 30 dias e clientes não preferenciais, o Safra cobrou a maior taxa, (9,29% ao mês) e a Caixa Econômica Federal, a menor (7,20% ao mês), segundo a pesquisa do Procon. A instituição relembra que, apesar da queda de 0,50 ponto porcentual da taxa básica de juros em julho pelo Comitê de Política Monetária (Copom), as variações foram menores em agosto se comparadas com as do mês passado.

AMANDA VALERI, Agencia Estado

10 de agosto de 2007 | 10h30

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.