Procon notificará Eletropaulo sobre seguro de conta

A Fundação Procon-SP, órgão de defesa do consumidor ligado ao governo estadual, informou hoje que vai notificar a AES Eletropaulo para que a empresa forneça maiores esclarecimentos sobre o seguro desemprego. Trata-se de um seguro que garante o pagamentos de contas de luz no valor de R$ 80,00, em casos de desemprego involuntário, incapacidade física e danos materiais. De acordo com a assistente de direção do Procon-SP, Sônia Cristina Amaro, o órgão ficou com uma série de dúvidas sobre o funcionamento do produto. "A empresa não está informando de forma clara e precisa, os prazos de carência e o funcionamento do produto no boleto bancário que vem anexo às contas de luz", explicou. O vice-presidente da Eletropaulo, Victor Kodja, destaca que antes de ser lançado ao público o produto foi demonstrado ao Procon-SP e à Comissão de Serviços Públicos de Energia (CSPE). "O seguro está em fase de testes e, se houver deficiências nas informações prestadas ao consumidor, poderemos corrigi-lo sem problema", informou.O seguro, segundo o Victor Kodja, prevê também serviços de assistência domiciliar - chaveiro, eletricista e encanador -, que podem ser contratados até duas vezes por ano, com um teto de R$ 60,00 por serviço requisitado. O seguro também oferece prêmios de R$ 2 mil em sorteios pela Loteria Federal todo mês. Seguro custa R$ 3,99 por mêsA partir de 15 de outubro, todos os clientes residenciais receberão um comunicado por meio do qual poderão fazer sua opção pelo seguro. Os clientes receberão a fatura do seguro junto com a conta de energia e poderão aderir à Proteção Premiada por R$ 3,99 ao mês. O vice-presidente da Eletropaulo informou que após o pagamento da fatura o cliente estará automaticamente cadastrado e o valor do seguro será relacionado mensalmente nas contas de energia. O prazo de carência de utilização do produto é de 30 dias após a contratação do serviçoTodas as informações sobre o Proteção Premiada AES Eletropaulo estão disponíveis no site da empresa (ver link abaixo), nas agências de atendimento e nos agentes credenciados. Mais informações podem ser obtidas também pelo número 0800-888-1014, de segunda a sexta-feira, das 8h às 20h.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.