Procon notificará laboratório Merck Sharp & Dome

A Fundação Procon-SP, órgão de defesa do consumidor ligado ao governo estadual, avisou através de um comunicado que a empresa Merck Sharp & Dome será notificada a prestar os esclarecimentos sobre os problemas na vacina contra hepatite A. Segundo o Procon-SP, a medida será tomada em razão do comunicado feito pela empresa, em 18 de fevereiro de 2002, no jornal O Estado de S. Paulo, informando que determinados lotes da vacina VAQTA 25 UI, para uso em crianças e adolescentes, foram produzidas com concentração de antígenos ligeiramente abaixo das especificações.No comunicado, a empresa solicita aos pacientes que foram vacinados no período de dezembro/1999 a dezembro de 2001 que procurem as clínicas onde receberam a vacina contra hepatite A, segundo o Procon-SP. O comunicado diz ainda que "o médico responsável poderá avaliar a necessidade de revacinação e, caso isso ocorra, será aplicada uma nova dose de vacina gratuitamente". Dúvidas podem ser esclarecidas pela própria empresa, pelo telefone 0800-115885 ou pelo e-mail: online@merck.com .Os técnicos do Procon-SP entende que o risco pessoal e patrimonial para os consumidores deveria provocar nos fornecedores uma maior preocupação no sentido de utilizar todos os meios possíveis para atingir os seus clientes, ou seja, jornais, rádio e televisão, conforme determina o CDC.Caso o consumidor encontre dificuldade em contatar a empresa ou obter informações adequadas poderá efetuar sua reclamação junto ao Procon-SP, nos postos de atendimento do Poupatempo Itaquera, no metrô Corinthians-Itaquera, zona Leste; no Poupatempo Sé, Praça do Carmo s/nº, Centro; e no Poupatempo Santo Amaro, Rua Amador Bueno, 176/258, zona Sul.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.