Procon orienta a contratação de uma academia

Ao contratar o serviço de uma academia de ginástica, o consumidor deve estar atento se a saúde física e o seu bolso estão sendo respeitados. A técnica de serviços da Fundação Procon-SP, órgão de defesa do consumidor ligado ao governo estadual, Maria Cecília Palota Rodrigues, o consumidor deve se preocupar principalmente com a infra-estrutura oferecida pela academia e se existe um trabalho de orientação profissional e avaliação física, que serve para preservar a saúde de seus alunos.O consumidor deve realizar uma pesquisa de preços, planos e formas de pagamentos antes de se inscrever em qualquer academia. A técnica do Procon-SP avisa que o preço da mensalidade da academia deve respeitar o orçamento mensal do consumidor. Antes de fechar negócio, é importante que o consumidor faça uma visita às instalações, prestando atenção às condições de higiene de banheiros, vestiários e chuveiros, à variedade de aulas, horários e modalidades oferecidas. Além disso, outra dica do Procon-SP é que o consumidor se informar sobre a capacitação de professores e orientadores e assistir uma aula-teste. O consumidor deve estar atento se a academia oferece avaliação física, pois o serviço pode ser cobrado à parte. ContratoMaria Cecília alerta que as cláusulas do contrato devem estar claras com relação as obrigações e direitos do consumidor, além das condições de pagamento, cancelamento e encargos por eventuais atraso. "O consumidor deve ler atentamente as cláusulas do contrato, principalmente com relação ao cancelamento. Algumas academias cobram taxa de cancelamento", avisa. A maioria das academias trabalha com planos de pagamentos trimestrais, semestrais e anuais. Segundo a técnica do Procon-SP, o consumidor que realizou o pagamento com cheques pré-datados precisa ficar atento às cláusulas de cancelamento e desistência de contrato. "A academia pode até cobrar uma multa, mas não pode reter o total dos valores que foram pagos antecipadamente. O consumidor pagar por um serviço que não será utilizado e isto é uma prática abusiva", explica Maria Cecília.Escolha academia perto de casa ou do trabalhoA técnica do Procon-SP destaca que o consumidor deve preferir uma academia próxima a sua residência ou trabalho para aproveitar melhor as aulas da academia e não perder dinheiro faltando muito na academia. "O aluno da academia que perde aulas por falta de tempo ou preguiça perde dinheiro", avalia. Outro ponto importante são as instalações. Maria Cecília ressalta que o consumidor deve visitar as academias de sua preferência e pedir indicação para amigos ou familiares.Personal trainerO personal trainer é um profissional que trabalha como um professor particular de educação física. A técnica do Procon-SP avisa que o consumidor deve fazer uma ampla pesquisa de preço e de qualidade profissional. O consumidor deve verificar a formação e referências de amigos e parentes sobre o personal.O consumidor deve formalizar por escrito um contrato com os dados pessoais do personal trainer, com os preços e formas de pagamentos combinados, horários das aulas, condições para reposição de aulas e cláusulas sobre rescisão e cancelamento do contrato.Saiba quais são as vantagens e recomendações da contratação de um personal trainer, profissional de educação física que planeja programas individuais de treinamento físico.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.