Procon orienta consumidor sobre recall da Toyota

A Fundação Procon-SP, órgão de defesa do consumidor ligado ao governo estadual, orienta o consumidor sobre os cuidados com o recall dos veículos da Toyota do Brasil. A montadora veiculou ontem em alguns jornais um comunicado aos proprietários das caminhonetes Hilux modelo 2002 (equipadas com motores diesel, aspirado ou turbo, exceto o modelo SW4) para reparo gratuito dos conectores internos da caixa de fusíveis no compartimento do motor.O informativo afirma que "após detalhados testes, a Toyota do Brasil, constatou que algumas unidades das caminhonetes Hilux podem, em determinadas circunstâncias, apresentar contato elétrico anormal, ocasionando o funcionamento espontâneo do sistema de partida". Segundo a empresa, a convocação se aplicaria somente aos veículos Hilux 2002 fabricados na Argentina entre os meses de junho de 2001 a abril 2002.A empresa também forneceu o telefone do Serviço de Assisitência ao Cliente - SAC (0800 70 30 206) para maiores informações ou para agendamento do horário de atendimento na rede de concessionárias autorizadas.Procon está acompanhando o recallO Procon-SP avisa que está acompanhando atentamente a convocação da Toyota e que estará notificando a empresa a prestar os esclarecimentos que se fizerem necessários, com base no Código de Defesa do Consumidor (CDC). De acordo com o artigo 10 do CDC, o fornecedor não poderá colocar no mercado de consumo produto ou serviço que sabe ou deveria saber apresentar alto grau de nocividade ou periculosidade à saúde ou segurança. Os técnicos do Procon-SP entendem que o risco pessoal e patrimonial para os consumidores deveria provocar nos fornecedores uma maior preocupação no sentido de utilizar todos os mecanismos possíveis para atingir os seus clientes, ou seja, jornais, rádio e televisão,O consumidor deve exigir o comprovante de que o serviço foi efetuado. Segundo o Procon-SP, o documento deve ser conservado enquanto estiver de posse do veículo, acompanhando também a documentação em caso de sua eventual venda.O Procon-SP informa, ainda, que os proprietários dos veículos citados não precisam se dirigir necessariamente à concessionária na qual adquiriram o carro, mas a qualquer serviço autorizado pela Toyota do Brasil, em todo o País. Caso o consumidor encontre dificuldades em efetuar os devidos reparos (falta de peças, demora na conclusão dos serviços etc.) poderá efetuar a sua reclamação junto ao Procon-SP. O atendimento pessoal do órgão funciona no Poupatempo Sé (Praça do Carmo s/n), Poupatempo Itaquera (Av. do Contorno, 60, ao lado da Estação Corinthians - Itaquera do metrô) e Poupatempo Santo Amaro (Rua Amador Bueno, 176/258). Por carta: Caixa Postal 3050 - CEP 01061-970 ou fax: 3824-0717.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.