Procon: pesquisa de preços para a ceia de Natal

A Fundação Procon-SP divulgou hoje o resultado da pesquisa de preços de produtos alimentícios que fazem parte da ceia de Natal, feita entre 6 e 8 de dezembro de 2000. O levantamento constatou diferenças as porcentuais de até 184,86%. Comparando-se os preços médios desta pesquisa com os da pesquisa de dezembro de 1999, para os mesmos itens coletados, observa-se que, em 31 produtos, 17 aumentaram de preço e 14 diminuíram. A grande variação nos preços, com relação às frutas secas, por exemplo, pode estar ligada às diferenças de qualidade, pois em alguns estabelecimentos estes produtos são comercializados a granel ou embalados pelo próprio estabelecimento. É o caso das nozes com casca, cujo menor preço encontrado foi o de R$ 7,40 nos supermercados Extra (Centro), Barateiro (Centro) e Pão de Açúcar, no Alto da Moóca (zona Leste) enquanto que o de maior, foi o de R$ 21,08 no Pastorinho da Vila Mariana (zona Sul).No caso dos panetones, a diferença verificada foi de 36,51% . O menor preço foi do supermercado D´Avó, em Itaquera (zona Leste) para o panetone tradicional Bauducco, de 1 kg, por R$ 8,49, enquanto que o maior preço foi encontrado no supermercado Big Morumbi (zona Sul), por R$ 11,59. Entre as carnes, o percentual de diferença chega a 80,81 % para o tenders. O menor preço, por quilo, foi encontrado no Extra Brigadeiro (Centro), R$ 9,90, enquanto que o maior foi verificado no Carrefour - Limão (zona Norte), R$ 17,90.O Procon-SP montou uma cesta de referência com 6 itens composta por: 1 quilo de peru temperado e congelado Sadia, 1 quilo de chester inteiro temperado Perdigão, panetone Bauducco tradicional de 500 gramas, pêssego em calda Cica lata de 450 gramas, 1 quilo de nozes com casca, 1 quilo de uva passa branca. O preço médio desta cesta ficou em R$ 37,44, sendo que a diferença percentual entre o maior e o menor valor foi de 77,79% , o que corresponde a R$ 25,17. O maior valor encontrado foi de R$ 57,52 no supermercado Pastorinho VI, Vila Mariana (Sul) e o menor foi de R$ 32,35 no Pão de Açúcar, no Alto da Moóca (Leste).

Agencia Estado,

19 de dezembro de 2000 | 13h35

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.