JF Diorio|Estadão
JF Diorio|Estadão

Procon-SP autua empresas de venda de ingressos

Entre as irregularidades estariam a estensão da limitação da meia-entrada, cobrança de taxa de conveniência irregularmente e não devolução dos valores integrais de eventos cancelados

O Estado de S.Paulo

10 de agosto de 2016 | 10h23

O Procon-SP autuou as empresas Ticket For Fun (T4F) e Ticket 360 (TIS Eventos) por irregularidades na comercialização de ingressos para shows.  Entre as falhas apontadas que ferem o Código de Defesa do Consumidor estão: não vender ou restringir ingressos com meia-entrada para idosos, professores e pessoa com deficiência, não aceitarem dinheiro nos postos de venda física, cobrar taxa de conveniência e outras taxas sem qualquer contraprestação que justificasse a cobrança e, também, a não devolução de taxas pagas em caso de cancelamento do evento/show.

As empresas autuadas estariam estendendo a limitação de 40% da venda para idosos, diretores, coordenadores pedagógicos, professores e supervisores e titulares de cargos do quadro de apoio das escolas da redes municipal e estadual. Só que o decreto federal que regulamenta a Lei sobre o benefício da meia-entrada dispõe essa limitação apenas para jovens de baixa renda, estudante e pessoa com deficiência.  

A Ticket For Fun (T4F) foi autuada em R$ 410.986,67 e a Ticket 360 (TIS Eventos) R$ 210.986,67. Ambas já foram notificadas e poderão apresentar defesa ou pagar a multa à vista com desconto ou ainda, parcelar as autuações.  As constatações foram feitas tanto nos pontos físicos de venda, quanto nos virtuais. 

Tudo o que sabemos sobre:
Ticket

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.