Procon-SP: como calcular os juros embutidos

Calcular a taxa de juro mensal cobrada no empréstimo parece tarefa complicada. Por isso, a maior parte dos consumidores acaba avaliando simplesmente se as parcelas do financiamento cabem no seu bolso. Só que esse não é o critério mais adequado no momento de assumir um financiamento. Preocupado com isso, o Procon-SP está divulgando uma tabela de juros prefixados que ajuda o tomador de empréstimo a decifrar qual é o juro embutido nas prestações que vai assumir.Com as condições do financiamento e com a tabela em mão, o interessado pode calcular com relativa facilidade a taxa de juro que está sendo cobrada, explica a diretora de Estudos e Pesquisas do Procon-SP Vera Marta Junqueira. Veja tabela abaixo e siga as instruções.Vera afirma que, caso verifique, após fazer as contas, que o juro cobrado está acima do anunciado pelo estabelecimento, o consumidor deverá exigir que a loja faça a correção da dívida. "Se ela não corrigir o cálculo, o consumidor deverá procurar uma das entidades de defesa do consumidor para registrar queixa, pois o Código de Defesa do Consumidor (CDC) estabelece que o comércio deve deixar claro todas as condições e formas de pagamento das mercadorias vendidas, inclusive valor à vista, valor a prazo, valor das parcelas e o juro cobrado no financiamento."Para obter a tabela de juros do Procon completa acesse o site do Procon-SP e percorra o seguinte roteiro: material educativo/cartilhas/assuntos financeiros (veja link abaixo).Veja qual é o juro cobrado no empréstimoNúmero de prestaçõesTaxa de juro mensal (%)234561,98512,97023,95054,92595,89640,51,97042,94103,90204,85345,79551,01,95592,91223,85444,78265,69721,51,94162,88393,80774,71355,60142,01,92742,85603,76204,64585,50812,51,91352,82863,71714,57975,41723,01,89972,80163,67314,51515,32863,51,88612,77513,62994,45185,24214,01,87272,74903,58754,39005,15794,51,85942,72323,54604,32955,07575,01,84632,69793,50524,27034,99555,51,83342,67303,46514,21244,91736,01,82062,64853,42584,15574,84106,51,80802,62433,38724,10024,76657,01,79562,60053,34934,04594,69387,5Como proceder1) Tome o preço à vista do produto2) Deduza do preço à vista o valor da entrada, se houver.3) Divida o resultado obtido no item 2 pelo valor das prestações. O resultado é um coeficiente4) Localize na coluna "número de prestações" da tabela ao lado o coeficiente mais próximo do coeficiente encontrado em seu cálculo. Atenção: utilize a coluna que corresponde ao número de prestações que serão pagas, sem contar a entrada.5) Na mesma linha da coluna "taxa de juros mensal" estará o encargo mensal cobrado

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.