Procon-SP dá as dicas para as compras do Dia das Mães

No Dia das Mães, todo o comércio se empenha para aumentar as vendas e compensar o movimento do Natal. Os consumidores lotam os shoppings e centros comerciais em busca do presente ideal para as mães. Tão importante quanto acertar no presente, é sair às compras já decidido por o que adquirir. Isso tornará mais fácil comparar preço, qualidade e praticidade do produto. A Fundação Procon-SP, órgão vinculado à Secretaria da Justiça e Defesa da Cidadania do Governo do Estado de São Paulo, elaborou algumas dicas:Alimentos/Cosméticos: Na escolha de alimentos ou cosméticos, nacionais ou importados, o consumidor deve verificar se todas as informações sobre os produtos estão em língua portuguesa, incluindo suas instruções, características, registro no órgão competente, prazo de validade, composição, volume/quantidade, condições de armazenamento e dados sobre o fabricante/importador.Vestuário: Por mais que você conheça muito bem a sua mãe, a escolha de uma blusa, calça ou outra peça de roupa pode não servir. O consumidor deve saber que as lojas não são obrigadas a trocar produtos por motivo de cor, tamanho ou gosto. Isso é uma liberalidade do estabelecimento, ou seja, o lojista troca se quiser. Apenas em caso de defeitos a loja é obrigada a trocar o produto, em até 30 dias. Eletroeletrônicos: Ao adquirir eletroeletrônicos solicite, quando possível, o teste no aparelho escolhido e a demonstração de funcionamento. Verifique se os recursos oferecidos por produtos mais arrojados, e portanto mais caros, suprirão as necessidades da mamãe presenteada. Observe o prazo de garantia oferecido e a rede de assistência técnica disponível para o caso de algum problema, especialmente no caso de produtos importados.CDs, DVDs, vídeos, livros: Pouca gente sabe, mas existe uma lei estadual (8.124/92) que permite aos consumidores o acesso ao conteúdo de, pelo menos, um exemplar de cada disco, fita de vídeo, DVD, revista ou publicações em geral. O lojista não está fazendo favor algum em abrir e demonstrar o produto que você requisitou. É lei e o consumidor tem todo o direito. Existem, porém, alguns produtos que por força de lei ou determinação de autoridade competente devem ser comercializados lacrados.Computadores: Ao comprar computadores é interessante estar informado sobre as marcas, modelos, componentes e programas utilizados. Pode-se consultar profissionais de confiança da área de informática ou revistas especializadas no assunto. É importante avaliar o uso que será dado à máquina, pois muitas vezes os recursos dos modelos mais avançados e caros não são necessários ao uso (informal, doméstico) que será dado ao computador.Celular: O aparelho deve ser sempre adquirido em lojas autorizadas. Isso garante a procedência e habilitação. O produto tem que estar lacrado e, dentro da embalagem original deve haver a relação de rede autorizada para assistência técnica, manual de instrução e o termo de garantia contratual. Na questão serviços, avalie quais as necessidades de sua mãe. Desta forma, fica mais fácil escolher se pré pago ou pós pago, assim como, os pacotes de serviços pelas operadoras.Vale-presente: Na dúvida sobre o que comprar, algumas pessoas optam pelo "vale presente". É importante definir com o lojista, e anotar na nota fiscal, de que forma será restituída eventual diferença de valores entre o vale presente e a efetiva aquisição do produto. O estabelecimento é obrigado a restituir a diferença em moeda corrente, contravale ou de forma a complementar o valor para aquisição de outro produto. Defina e registre, por escrito, em que consiste o vale presente (tipo de artigo, tamanho, cor, marca, etc.) e se existe um prazo para usa-lo.Cesta de café da manhã: Para quem quer surpreender a mamãe logo cedo, a cesta de café da manhã é uma boa pedida. Informe-se previamente sobre o número de itens que ela contém, quantidade, tipo de produtos, marcas, acessórios, enfeites e, também, se estão incluídos outros artigos como jornais, revistas e flores. Lembre-se de escolher produtos apropriados nos casos de restrições alimentares. Pondere todos estes itens e seu respectivo custo numa pesquisa comparativa.Flores: Um dos mais tradicionais presentes para o Dia das Mães, são as flores. Como o movimento é muito grande, a melhor dica é não deixar para compra-las na última hora. A loja ou banca de flores deve expor, em local visível, uma tabela de preços completa. Arranjos especiais devem ser negociados previamente. A validade das plantas determina seu preço.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.