Procon-SP esclarece sobre recall da Firestone

Em razão do comunicado feito pela Firestone no dia 22 de novembro, anunciando um programa de substituição dos pneus Firestone LT265/75R16 Steeltex A/T índice de carga "E", fabricados no Brasil no período de setembro de 1999 até junho de 2001, tendo em vista "ocorrências de separação da banda de rodagem em 16 pneus", a Fundação Procon-SP, órgão de defesa do consumidor ligado ao governo estadual, esclarece alguns pontos com base no Código de Defesa do Consumidor (CDC).No aviso, a empresa afirma que: "Após análise de parte desses pneus, a Firestone não tem condições de confirmar a causa dos problemas, nem tem conhecimento de acidente ou danos físicos causados por esses pneus". Entretanto, inicia um programa de substituição gratuita dos pneus que tiverem os seguintes números de série: E2W8IXV369 até E2W8IXV529; E2W8IXV0100 até E2W8IXV5300 e E2W8IXV0101 até E2W8IXV2501, destinados ao uso em veículos Ford F-350 e F-250. A empresa estima que aproximadamente 40.000 pneus permanecem no mercado brasileiro e que a medida se aplicará a aproximadamente 8.000 veículos.A Firestone solicita aos proprietários dos veículos que utilizam os referidos pneus que entrem em contato com o Serviço de Atendimento ao Consumidor da empresa, pelo número 0800-161718, para programar a substituição gratuita. E informa que o referido programa está à disposição dos seus clientes até 21 de maio de 2002. A Fundação Procon-SP entende que, se o problema representa risco à saúde e segurança do consumidor, não deve haver prazo limitado para a substituição dos pneus, e informa os consumidores que eventualmente tiverem algum problema após essa data, que seus direitos estão garantidos pelo CDC. Ao procurarem a concessionária indicada pela Firestone, os consumidores devem exigir o comprovante de que a troca dos pneus foi efetuada, documento que, para sua segurança, deverá ser conservado enquanto estiver de posse do produto. O Procon-SP entende que o risco pessoal e patrimonial para os consumidores deveria provocar nos fornecedores uma maior preocupação no sentido de utilizar todos os meios possíveis para atingir os seus clientes, ou seja, jornais, rádio e televisão, conforme determina o CDC. Dúvidas ou reclamações podem ser encaminhadas ao Procon, por meio do atendimento telefônico 1512, ou pessoalmente, nos postos de atendimento do Poupatempo Itaquera (metrô Corinthians-Itaquera), Poupatempo Sé (Praça do Carmo s/nº ) e Poupatempo Santo Amaro (Rua Amador Bueno 176/258).

Agencia Estado,

23 de novembro de 2001 | 10h04

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.