finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Procon-SP: preço cesta básica sobe 0,87%

Na última semana de pesquisa do mês de maio de 2001, o valor da cesta básica teve alta de 0,87%, revela pesquisa diária do Procon-SP, órgão de defesa do consumidor ligado ao governo estadual, em convênio com o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Sócio-Econômicos (Dieese). O preço médio, que em 24 de maio de 2001era R$ 145,32, passou para R$ 146,58 no último dia 31. Por grupo de produtos, foram constatadas as seguintes altas: alimentação (0,74%), limpeza (1,25%) e higiene Pessoal (1,39%), ficando a alta acumulada, no mês de maio, em 0,95% (base 30/4/2001), e nos últimos 30 dias, em 0,95% (base 30/4/2001). No ano, o preço da cesta subiu 3,64% (base 29/12/2000), e nos últimos 12 meses, 12,30% (base 31/5/2000).Entre os dias 25 e 31 de maio deste ano, os produtos que mais subiram foram: carne de primeira (4,05%); arroz tipo 2 (4,01%); sabão em barra (3,57%); linguiça fresca (3,56%); absorvente (3,41%). Os produtos que tiveram o preço reduzido foram: frango resfriado inteiro (4,97%); batata (2,37%); café papel laminado (1,49%); biscoito maizena (1,30%); água sanitária candida (1,04%). Nesta semana, os supermercados da capital paulista com os melhores preços da cesta básica foram:CENTROBarateiroR. das Palmeiras, 187. S. CecíliaNORTEBergaminiAv. Dr. Francisco Ranieri, 834. Lausane PaulistaLESTEEstrela AzulPç. Porto Ferreira, 48 A . V. GuilherminaSULSondaR. Darwin, 47. J. S. AmaroOESTECastanhaPç. S. Edwiges, 29. V. Remédios

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.