Procon-SP: preço da cesta básica sobe 0,90% em SP

O valor da cesta básica apurado no município de São Paulo pela Fundação Procon-SP, órgão vinculado à Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania, registrou aumento de 0,90%, entre os dias 18 e 24 de outubro. Dos 31 produtos pesquisados, 23 tiveram alta de preço, seis diminuíram de preço e dois permaneceram estáveis, segundo a pesquisa diária realizada pelo órgão em convênio com o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese).

CARLA ARAÚJO, Agencia Estado

24 de outubro de 2013 | 17h26

O preço médio para o conjunto de itens essenciais, que no dia 17/10 era R$ 374,03, passou para R$ 377,40 em 24/10. A variação no mês de outubro ficou em 2,10% (base 30/09/13) e nos últimos 12 meses 1,41% (base 24/10/12).

Nos três grupos avaliados pelo levantamento, o de Higiene Pessoal apresentou a maior elevação (1,34%), seguido por Limpeza (1,10%) e Alimentação (0,83%).

Durante a pesquisa semanal, os produtos que mais subiram foram: cebola (7,28%); linguiça fresca (5,71%); batata (5,44%); salsicha (5,03%) e leite em pó integral (3,94%). Já as maiores reduções de preço foram verificadas no extrato de tomate (-3,52%); margarina (-2,14%); absorvente aderente (-1,86%); carne de primeira (-1,24%) e biscoito maisena (-0,70%).

Tudo o que sabemos sobre:
Procon-SPcesta básica

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.