Procura por carros a diesel cresce

Antes barulhento, poluidor e de baixo desempenho, o motor a diesel é agora objeto de desejo dos motoristas brasileiros. Com o barril de petróleo há meses acima de US$ 30 e a perspectiva de aumento do preço da gasolina para breve, a sedução do diesel é cada vez maior, até mesmo porque esse tipo de motor sofreu grande evolução: já não polui tanto, melhorou o desempenho e ficou mais silencioso.Segundo Maurício Toledo, gerente de vendas da concessionária Ford Aeroporto, "cerca de 95% das picapes Ranger e F-250 vendidas são a diesel, porque a economia com o consumo de combustível desse tipo de motor tem atraído os clientes". Toledo afirma que, apesar de a versão a diesel ser mais cara e gastar-se mais nela com manutenção, os clientes têm dado prioridade a ela na hora da compra. "No caso da Ranger a diesel, o consumo de combustível chega a ser quase 50% menor."Comparação de custosA diferença de preço entre um Mitsubishi Pajero a gasolina e outro a diesel chega a R$ 10 mil. Mas, segundo Marco Crescente, gerente de vendas da concessionária Souza Ramos Mitsubishi, "o volume de vendas do modelo a diesel se equiparou rapidamente ao movido a gasolina e poderá superá-lo se o preço dos combustíveis continuar a subir ".A rigor, o interessado deve fazer algumas contas antes de escolher entre a versão a diesel e a versão a gasolina. Basicamente, a primeira é mais vantajosa para quem roda muito, porque assim amortiza-se mais rapidamente a diferença de preço entre os dois modelos. Quem roda pouco corre o risco de revender o carro, alguns anos depois, sem ter recuperado o investimento. Antes de optar por um modelo a diesel para fugir dos sucessivos aumentos da gasolina, o cliente precisa avaliar quantos quilômetros costuma rodar por mês. "A economia no consumo deve compensar o que se gasta a mais no preço do carro", explica.No Brasil, motor a diesel só é permitido para utilitários, veículos de uso misto e transporte de carga, porque é um combustível subsidiado. Não há planos de liberá-lo para os carros de passeio - embora utilitários-esportivos como Pajero e Blazer na prática não passem de carros de passeio.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.