Sérgio Moraes/Ascom/AGU
Sérgio Moraes/Ascom/AGU

Procurador da AGU será presidente do Ibama

Novo ministro do Meio Ambiente também informou que fusão do órgão com o Instituto Chico Mendes está descartada neste momento

André Borges, O Estado de S.Paulo

19 de dezembro de 2018 | 19h06

O novo presidente do Ibama será o procurador da Advocacia-Geral da União (AGU), Eduardo Fortunato Bim, que já representa a procuradoria dentro do Ibama. A informação apurada pelo Broadcast/Estadão foi confirmada à reportagem pelo futuro ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles.

Membro da Câmara Nacional de Uniformização de Entendimentos Consultivos (CNU/CGU) e da Comissão Permanente de Sustentabilidade (CPS), Eduardo Fortunato Bim é doutor em Direito pela Universidade de São Paulo (USP), mestre em Direito e especialista em Direito Ambiental pela Unimep e especialista em Direito Tributário pela Pontifícia Universidade Católica (PUC-SP).

Bim já advogou no departamento jurídico da Fiesp, no departamento tributário de multinacional e na Secretaria de Assuntos Jurídicos de Campinas, em São Paulo. Ele assumirá o posto ocupado hoje por Suely Araújo, que está no comando do Ibama desde junho de 2016.

O novo ministro do Meio Ambiente também informou que a integração do Ibama com o Instituto Chico Mendes de Biodiversidade (ICMBio), que chegou a ser analisada pela equipe de transição do governo, está descartada neste momento.

Notícias relacionadas

    Encontrou algum erro? Entre em contato

    Tendências:

    O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.