Produção da zona do euro sobe mais que o esperado em fevereiro

A produção industrial da zona do eurocresceu mais do que o esperado em fevereiro, impulsionada,principalmente, por bens de capital e energia, segundomostraram dados apresentados pelo instituto de estatística daUnião Européia na segunda-feira. As produção nos 15 países que usam o euro subiu 0,3 porcento na comparação mês a mês, com um ganho anual de 3,1 porcento, segundo a Eurostat. Economistas projetavam um aumento de0,2 por cento na comparação mensal e 2,9 por cento no ano. O Eurostat revisou para baixo a prévia divulgada em janeiropara um crescimento mensal de 0,6 por cento ante estimativaanterior de 0,9 por cento e ganho anual para 3,3 por centocontra projeção anterior de 3,8 por cento. A produção de bens de consumo, duráveis e não duráveis, foio componente mais fraco, caindo 0,4 por cento na comparaçãomensal e caindo na comparação anual. A produção de bens de capital subiu 7,1 por cento no ano e0,9 por cento no mês, enquanto a produção de energia subiu 1por cento no mês e 4 por cento no ano. (Reportagem de Jan Strupczewski)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.