Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Produção de aço se mantém na China, minério de ferro tem alta

A produção diária de aço na China bateu com o recorde do mês anterior em setembro, enquanto a produção de minério de ferro atingiou a maior alta de todos os tempos, ressaltando o desafio de Pequim de reinar em termos de excesso de capacidade industrial.

ALFRED CANG E TOM MILES, REUTERS

22 de outubro de 2009 | 10h30

Uma expansão agressiva na indústria de aço chinesa não siginifica aumento nos lucros, já que grandes estoques puxam os preços para baixo, mas a economia aquecida deve manter a produção forte.

O excesso de oferta pesou sobre o mercado doméstico de aço desde o início de agosto, fazendo com que as fabricantes de aço cortarem seus preços até que a Shagang, uma das empresas líderes no mercado, elevou o preço da barra de aço nesta quinta-feira.

Em uma base mensal, a produção de aço bruto caiu 3,1 por cento no mês passado em relação ao recorde de 50,71 milhões de toneladas em agosto, de acordo com números divulgados pelo Departamento Nacional de Estatísticas da China nesta quinta-feira.

Porém, em uma base diária, a produção de setembro foi igual às 1,69 milhões de toneladas de agosto, que bateu todos os recordes.

Isso é equivalente a uma produção anualizada de 617 milhões de toneladas, 23 por cento maior que em 2008, segundo cálculos da Reuters e números da indústria divulgados no mês passado.

No início de outubro, a produção se manteve acima de 1,69 toneladas, mostraram dados da Associação de Ferro e Aço da China na terça-feira.

A produção de setembro cresceu 29 por cento comparada com o mesmo período do ano passado, o maior crescimento desde 2005, mas o ritmo acelerado foi contra uma base fraca em setembro, quando uma recessão começou a tomar conta do Ocidente e antes do programa de estímulo de 586 bilhões de dólares começar a reavivar o lento crescimento econômico do início do ano.

PRODUÇÃO DE MINÉRIO

Com a produção de aço aumentando, a produção de minério de ferro da China atingiu 85,43 milhões de toneladas em setembro, um aumento de 26 por cento comparado com o mesmo período do ano anterior e 11,4 por cento em relação a agosto.

A importação dos ingredientes de aço na China também tiveram alta recorde no mês, mas os dados de alta na produção podem reforçar expectativas para uma desacelaração na demanda das importações, que aumentou no começo do ano quando preços do minério de ferro fizeram com que muitas das fábricas de minério sem qualidade fechassem.

Na segunda-feira, a China iniciou uma longa lista de tentativas para lidar com o excesso de capacidade da indústria, incluindo a de aço, para manter o crescimento da sua economia em equilíbrio e para prevenir o desperdício de investimentos.

Tudo o que sabemos sobre:
MACROCHINAPRODUCAO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.