Produção de cana no Centro-Sul será recorde de 489,7 mi t

Já a produção de álcool na região deve crescer 16,89% na safra 2008/2009, segundo previsão da Canaplan

GUSTAVO PORTO, Agencia Estado

17 de abril de 2008 | 09h28

A produção de cana-de-açúcar na safra 2008/2009 no Centro-Sul do Brasil será recorde de 489,7 milhões de toneladas, 13,61% superior às 431 milhões de toneladas da safra passada, de acordo com a previsão da consultoria Canaplan. Os dados são levantados a partir de um levantamento feito em mais de 100 unidades produtoras da região, o correspondente a 50% das usinas de destilarias. De acordo com Luiz Carlos Corrêa Carvalho, diretor da Canaplan, os números divulgados hoje são a média de um intervalo de produção de cana, açúcar e álcool.  Veja também: Especial sobre a crise de alimentos Não aceito confronto entre biocombustível e alimento, diz LulaLíderes mundiais pedem urgência contra inflação de alimentosÁlcool brasileiro tem menos impacto em alimentos, diz Bird  Celso Ming explica a alta da inflação  Produção maior é saída contra inflação, diz LulaONU pede medidas urgentes contra inflação de alimentosEntenda os principais índices de inflação   Já a produção de álcool no Centro-Sul em 2008/2009 deve crescer 16,89% ante 2007/2008, de acordo com a previsão da Canaplan. As destilarias da região, que é a maior produtora de consumidora do combustível, devem gerar 23,73 bilhões de litros de etanol nesta safra enquanto que a produção na safra anterior atingiu 20,3 bilhões de litros. Do total de cana processado nas unidades sucroalcooleiras, 57% será para a álcool, ante 55,98% em 2007/2008. De acordo com o consultor Luiz Carlos Corrêa Carvalho, diretor da Canaplan, o aumento de 3,7 bilhões de litros na produção de álcool deve ser totalmente consumido com o aumento na demanda pelo combustível nesta safra, que deve ser de 4 bilhões de litros. "A maioria dessa demanda será para o mercado interno, mas as exportações devem crescer bastante", afirmou. A produtividade da cultura, em virtude dos problemas climáticos, deve cair 2,33% se comparados os mesmos períodos, de 83,7% t por hectare em 2007/2008, para 81,75 t por ha em 2008/2009. A moagem da cana-de-açúcar deve gerar 70,76 milhões de toneladas de Açúcar Total Recuperável (ATR), a serem transformadas em açúcar ou álcool. Com isso, será obtida no processamento desta safra 144,5 quilos de ATR por tonelada processada, queda de 0,16% ante 144,74 kg de ATR da safra passada no Centro-Sul. Já a produção de açúcar na mesma região em 2008/20009 deve crescer 10,64% ante 2007/2008, de 26,2 mi de toneladas, para 28,99 mi de t, segundo estimativa da consultoria Canaplan. O açúcar consumirá apenas 43% do destino da cana a ser processada nas usinas, ante 44,02% na safra passada.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.