Produção de etanol traz missão norte-americana ao Brasil

Uma missão formada por senadores americanos inicia visita ao Brasil nesta sexta-feira. Além de conhecer o programa brasileiro de produção e distribuição de etanol, os parlamentares querem estreitar as relações comerciais entre os Estados Unidos e o Brasil. Segundo a Agência Brasil, os senadores foram convidados pelo ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Luiz Fernando Furlan. No ano passado, ele esteve na Califórnia, onde ressaltou a potencialidade brasileira para atender mercados que se interessam pelo uso do etanol. Na ocasião, Furlan destacou que esse combustível não concorre com a gasolina, mas, sim, a complementa. Califórnia Na Califórnia, atualmente, a mistura de álcool na gasolina é de 5,6%, o que gera um consumo de 900 milhões de galões por ano. É estudada a possibilidade de aumentar o percentual de álcool para 10%, o que aumentaria a demanda de etanol. No ano passado, o Brasil exportou US$ 77,462 milhões de álcool para os Estados Unidos. Só nos dois primeiros meses deste ano, o valor registrado em vendas foi de US$ 25,747 milhões. Os parlamentares permanecerão no Brasil até o dia 15 deste mês.

Agencia Estado,

07 Abril 2006 | 10h38

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.