Produção de motos recua 3,9% em fevereiro, diz Abraciclo

A produção de motocicletas atingiu 139.673 unidades em fevereiro, queda de 3,9% em relação às 145.302 motos fabricadas em janeiro a alta de 13,2% sobre igual período de 2013, quando foram produzidos 123.371 veículos, informou a Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares (Abraciclo). Segundo a Associação, as variações se deram devido ao menor número de dias em fevereiro sobre janeiro e ainda pelo fato de o mês passado ter dois dias úteis a mais do que em fevereiro de 2013, o que trouxe o resultado positivo no comparativo anual.

GUSTAVO PORTO, Agencia Estado

12 de março de 2014 | 12h28

As vendas das indústrias às concessionárias, de 138.228 unidades em fevereiro, corresponderam a um aumento de 13,8% em relação ao mesmo mês de 2013, quando foram vendidas 121.432 motos. Na comparação com janeiro, quando foram comercializadas 103.683 unidades no atacado, houve aumento de 33,3%.

"O ritmo mais acelerado reflete principalmente a continuidade dos esforços dos fabricantes e concessionárias para melhorar os negócios no início do ano e, com isso, reduzir os impactos esperados para o período em torno da Copa do Mundo", informou Marcos Fermanian, presidente da Abraciclo.

Os licenciamentos de fevereiro cresceram 17,2% ante fevereiro do ano passado, para 119.462 motocicletas emplacadas, contra 101.890 unidades do mesmo mês de 2013. A média diária de vendas no mês passado ficou em 5.973 unidades, ante 5.661 unidades de fevereiro de 2013. Em janeiro, a média diária tinha sido de 6.074 unidades, segundo a Abraciclo.

Na comparação anual, as exportações aumentaram 13%, para 9.625 unidades em fevereiro de 2014. No comparativo com janeiro, o crescimento foi de 15,9%, quando os embarques chegaram a 8.307 motocicletas.

Tudo o que sabemos sobre:
Abraciclobalançofevereiro

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.