ESG

Coluna Fernanda Camargo: É necessário abrir mão do retorno para fazer investimentos de impacto?

Produção de petróleo e gás no Brasil bate recorde em julho

Volume cresceu 1% em relação ao registrado no mês anterior e atingiu 2,82 milhões de barris por dia

O Estado de S. Paulo

02 de setembro de 2014 | 17h00


A produção total de petróleo e gás natural no Brasil bateu recorde em julho, totalizando 2,82 milhões de barris de óleo equivalente (boe) por dia, segundo dados divulgados pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). O volume é 1,07% superior ao registrado no mês anterior, quando a produção somou 2,79 milhões de boe.

Pelos dados, a produção de petróleo total totalizou 2,246 milhões de boe em julho, o que representa uma alta de 1% frente ao mês anterior e de 14,8% na comparação com julho de 2013. Já a produção de gás natural somou 87,9 milhões de metros cúbicos de gás natural, volume de corresponde a um incremento de 1,5% sobre junho e de 12% frente ao igual período do ano passado.

O Boletim de Produção da ANP informa ainda que a produção no pré-sal caiu 0,1% em julho, comparada ao mês anterior, totalizando 582,8 mil boe por dia. Desse total, foram produzidos 480,8 mil barris por dia de petróleo e 16,2 milhões de metros cúbicos por dia de gás natural. Segundo o órgão regulador, a produção envolveu 34 poços, localizados nos campos de Baleia Azul, Baleia Franca, Jubarte, Barracuda, Caratinga, Búzios, Linguado, Lula, Marlim Leste, Pampo, Sapinhoá, Trilha e nas áreas de Iara e Entorno de Iara.

No mês, a queima de gás subiu 54,4% em relação a igual mês do ano anterior e 5,6%, comparada a junho deste ano. Foram aproveitados 94,9% do total produzido, enquanto a queima fechou em 4,5 milhões de metros cúbicos por dia. "O principal motivo para o aumento da queima de gás natural foi o comissionamento da plataforma P-58, que iniciou operação nos campos de Baleia Azul, Baleia Franca e Jubarte.

Os dados mostram ainda que 90,7% da produção de petróleo e gás natural veio de campos operados pela Petrobrás. O campo de Roncador, na bacia de Campos, foi o de maior produção de petróleo, com média de 273,1 mil barris por dia. O maior produtor de gás natural foi o campo de Mexilhão, na bacia de Santos, com média diária de 6,8 milhões de metros cúbicos.

Tudo o que sabemos sobre:
petróleoprodução

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.