Produção de veículos cresce 24,66%, diz Anfavea

A indústria automobilística brasileira aumentou a produção de veículos em janeiro deste ano em relação a igual período do ano passado, segundo informações divulgadas pela Anfavea (Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores). Foram produzidos 119.222 unidades em janeiro, ante 95.639 veículos no mesmo mês do ano passado, um aumento 24,66%. Em relação a dezembro (126.916 unidades), houve queda de 6,06%. As vendas de veículos nacionais e importados no mercado brasileiro no atacado (das fábricas para as concessionárias) tiveram crescimento de 36,85% em janeiro deste ano em relação ao mesmo mês de 2000. Foram comercializados 121.201 unidades no mês passado ante 88.568 veículos em janeiro de 2000. Em relação a dezembro (132.156 unidades), as vendas apresentaram queda de 8,29%. As exportações de veículos e máquinas agrícolas totalizaram US$ 230,3 mi em janeiro, o equivalente a uma aumento de 41,61% em relação a igual período de 2000, quando foram exportados US$ 162,6 mi pelas montadoras com fábricas no Brasil. Na comparação com dezembro (US$ 374,6 mi), houve queda de 38,52%. Máquinas agrícolas - As vendas de máquinas agrícolas no mercado interno no atacado (das fábricas para as concessionárias) também apresentaram aumento de 36,52% em janeiro na comparação com o mesmo mês do ano passado. Foram comercializadas 1.641 unidades, ante 1.202 tratores, cultivadores, colheitadeiras e retroescavadeira vendidos em janeiro de 2000. Na comparação com dezembro (2.029 unidades), houve queda de 19,12%. As indústrias instaladas no País produziram 2.220 máquinas agrícolas em janeiro deste ano, um aumento de 37,63% em relação ao mesmo mês do ano passado, quando a produção alcançou 1.613 undiades. Em relação a dezembro (2.359 máquinas agrícolas), a produção caiu 5,89%.Empregos - O número de trabalhadores na indústria automobilística brasileira caiu 4,4% em janeiro na comparação com dezembro. O total de pessoas empregadas nas montadoras instaladas no País passou de 97.534 no último mês de 2000 para 93.239 no primeiro mês de 2001. O contingente atual é inferior ao total de empregos registrado no final de 1999, quando havia 94,1 mil trabalhadores nas montadoras.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.