Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Produção em Tupi pode ser de 1 milhão de barris por dia

Mas diretor da Petrobras disse que ainda é muito cedo para se precisar o momento em que isso deve acontecer

Fabiana Holtz, da Agência Estado,

21 de novembro de 2007 | 15h32

O diretor financeiro da Petrobras, Almir Barbassa, afirmou nesta quarta-feira, 21, que o pico da produção de petróleo de 1 milhão de barris por dia no campo de águas ultra profundas de Tupi, na Bacia de Santos, "não está fora de alcance".   Veja também: A maior jazida de petróleo do País   Presente em Madri, onde participa da conferência anual do Latibex - índice que reúne as empresas da América Latina que tem ações negociadas em Madri - o executivo estimou que a área deve atingir o ápice de produção entre cinco a sete anos.O executivo acrescentou, no entanto, que ainda é muito cedo para se precisar o exato momento em que isso deve acontecer. Atualmente, a petrolífera é capaz de apresentar somente uma estimativa geral, mas não poderia fornecer metas precisas de produção para campo, afirmou Barbassa.Em 8 de outubro, a Petrobras divulgou estimativa de que as reservas de petróleo e gás em Tupi podem chegar a 8 bilhões de barris de óleo equivalente - que o torna a maior descoberta da história do Brasil. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
TupiPetrobrás

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.