Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

Produção industrial avança 1% em novembro no Japão

A produção industrial do Japão cresceu 1% em novembro, em comparação com o mês anterior, depois de um ajuste por fatores sazonais, informou hoje o governo japonês. A leitura representa a primeira alta da produção em seis meses. O resultado, que está ligado principalmente ao crescimento da produção de automóveis, ficou em linha com as estimativas dos analistas.

CLARISSA MANGUEIRA, Agencia Estado

28 de dezembro de 2010 | 09h54

O Ministério de Economia, Comércio e Indústria do Japão informou ainda que a produção industrial deverá subir 3,4% em dezembro e 3,7% em janeiro. As projeções estão baseadas em uma pesquisa feita com as empresas.

Varejo

Em outra divulgação do dia, o ministério informou que as vendas no varejo do Japão subiram 1,3% em novembro, em comparação com o mesmo mês do ano passado. Em outubro, as vendas no varejo registraram queda de 0,2% na mesma base de comparação. As vendas das varejistas de larga escala aumentaram 0,2% em novembro, em relação a igual mês de 2009, após um ajuste por mudanças no número de lojas. As informações são da Dow Jones.

Preços ao consumidor

O núcleo do Índice de Preços ao Consumidor (CPI, na sigla em inglês) do Japão recuou 0,5% em novembro, em comparação com o mesmo período do ano passado, informou o Ministério de Assuntos Internos e Comunicações. A média das previsões dos economistas era de uma queda de 0,6%.

O resultado marca o 21º mês seguido de recuo, uma vez que a demanda doméstica continua a deprimir os preços. Em outubro, o núcleo do CPI recuou 0,6%. A leitura também sugere que o persistente fortalecimento do iene e a lenta atividade econômica estão interferindo na recuperação dos preços.

O CPI cheio subiu 0,1% em novembro, em relação a igual período de 2009, e recuou 0,3% na comparação com outubro. O núcleo do CPI da área metropolitana de Tóquio - o principal indicador da tendência dos preços no país - recuou 0,4% em dezembro, de acordo com os dados do governo, em linha com as projeções dos economistas. Em novembro, o núcleo do CPI caiu 0,5%. O CPI cheio da área metropolitana de Tóquio teve queda de 0,2% em dezembro, em relação ao mesmo período de 2009, e recuou 0,5% na comparação com novembro. As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.