Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

Produção industrial cai 0,1% em janeiro nos EUA

As indústrias dos Estados Unidos reduziram inesperadamente a produção em janeiro, na medida em que o frio extremo do fim do ano passado deu lugar a uma temperatura mais amena e provocou queda na demanda por produtos das concessionárias públicas. A produção industrial caiu 0,1% no mês passado, segundo informou hoje o Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano).

DANIELLE CHAVES, Agencia Estado

16 de fevereiro de 2011 | 12h49

O resultado contrariou as estimativas dos economistas, que esperavam alta de 0,5%. O dado de dezembro foi revisado pelo Fed para mostrar alta de 1,2%, ante a alta de 0,8% divulgada anteriormente. A utilização da capacidade da indústria também recuou levemente em janeiro, para 76,1%, ante 76,2% em dezembro. Economistas esperavam taxa de 76,3%. As taxas operacionais continuam abaixo da média do período de 1972 a 2009, que foi de 80,6%.

A produção das concessionárias caiu 1,6% em janeiro, depois de recuarem 4,1% em dezembro. No entanto, a produção em um dos principais setores da economia dos EUA aumentou: o setor de manufatura teve alta de 0,3% em janeiro, após ganho revisado de 0,9% em dezembro. Em comparação com janeiro do ano passado, a produção do setor de manufatura cresceu 5,5%. Neste setor, a utilização da capacidade aumentou para 73,7%, ante os 73,5% divulgados em dezembro (dado revisado).

A produção de bens duráveis subiu 0,6% de dezembro para janeiro, puxada pelo avanço de 3,2% em veículos e autopeças. Excluindo o setor automotivo, a produção industrial dos EUA aumentou 0,1%. A atividade do setor de construção caiu 0,2% e a de mineração recuou 0,7%. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
indústriaproduçãomanufaturaEUA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.