Produção industrial cai 1,3% em maio na Alemanha

A produção industrial alemã registrou uma forte retração em maio, em conseqüência, segundo o governo, das greves na indústria metalúrgica e do número atípico de fins de semana prolongados. Relatório preliminar do Ministério da Economia revelou que a produção industrial caiu 1,3% em maio, ante abril, em termos ajustados sazonalmente, após ter apresentado um recuo de 0,2% em abril, conforme dados revisados. Na comparação com igual mês de maio de 2001, a produção industrial retrocedeu 9,2%, em bases não ajustadas, e recuou 3,9%, em termos ajustados.Os dados foram de encontro às projeções dos analistas, que previam crescimento de 0,3% da produção em maio, na comparação com abril, com as estimativas oscilando entre queda de 1,2% e crescimento de 1,5%. "Os resultados de maio foram afetados, principalmente, pelas greves nas indústrias metalúrgicas e elétricas e pelas pontes entre feriados e fins de semana", informou o ministério.Em maio, a produção do setor manufatureiro caiu 1,4% e a da construção teve uma retração de 4,7%, quando comparados os resultados com abril. A produção das energéticas cresceu 3,4%.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.