Washington Alves / ESTADÃO
Washington Alves / ESTADÃO

Produção industrial cai 3,2% em 2014, pior queda desde 2009

Resultado negativo foi influenciado principalmente pelos setores de veículos e de metalurgia, informa o IBGE

Economia & Negócios

03 Fevereiro 2015 | 09h09

" SRC="/CMS/ICONS/MM.PNG" STYLE="FLOAT: LEFT; MARGIN: 10PX 10PX 10PX 0PX;

 A produção da indústria brasileira registrou queda de 3,2% em 2014, informou nesta terça-feira, 3, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Este é o pior resultado desde 2009, quando a indústria recuou 7,1%.

Segundo o IBGE, o resultado negativo foi impactado principalmente pelo desempenho do setor de veículos, reboques e carrocerias, com queda de 16,8% no ano - foi o maior impacto negativo sobre o total da indústria nacional

O segmento de produtos de metal também teve declínio relevante, com retração de 9,8%, assim como metalurgia (queda de 7,4%).

Em dezembro, a produção industrial caiu 2,8% ante novembro de 2014, na série com ajuste sazonal. Foi o pior desempenho desde dezembro de 2013, quando também recuou 2,8%.

Em 2014, a produção industrial diminuiu em 20 dos 26 ramos pesquisados ante 2013, alcançando 63,9% dos 805 produtos pesquisados. Outras contribuições negativas relevantes para o total nacional foram dos setores de  máquinas e equipamentos (-5,9%), outros produtos químicos (-3,6%), máquinas, aparelhos e materiais elétricos (-7,2%), produtos alimentícios (-1,4%) e produtos de borracha e de material plástico (-4,0%).

Entre as seis atividades que ampliaram a produção no ano passado, os destaques foram indústrias extrativas (5,7%) e coque, produtos derivados do petróleo e biocombustíveis (2,4%).

Mais conteúdo sobre:
ibge industria

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.