Produção industrial cresce 1,1% em agosto sobre julho

A produção industrial cresceu 1,1% em agosto ante julho na série sem influências sazonais, segundo divulgou o IBGE. O índice ficou acima da média de estimativas do mercado, que era de +0,50%, e aproximou-se mais do teto das previsões (+1,5%) do que do piso (-0,4%). Na comparação com agosto de 2004, houve aumento de 3,8% - também acima da média de estimativas (+2,7%, com piso de +1,4% e teto de +4,0%). A taxa acumulada no ano ficou em +4,3% até agosto, repetindo a mesma variação de julho nesta mesma base de comparação. A taxa de crescimento em doze meses caiu para 5,1% no acumulado até agosto, após atingir 5,9% até julho.Para o IBGE, segundo o documento de divulgação de pesquisa, o índice de média móvel trimestral da produção mostrou um aumento de 0,3% no trimestre encerrado em agosto ante o terminado em julho, o que "aponta tendência de estabilização em um patamar de produção elevado".Produção de bens de capital cresce 3,1% em agostoO IBGE divulgou também a reação dos investimentos em agosto, como mostra o crescimento da produção de bens capital. Na comparação com o mês anterior, após uma queda de 7,1% na produção em julho ante junho, os bens de capital registraram aumento de 3,1% em agosto ante julho. Na comparação com agosto do ano passado, houve aumento de 3% em agosto na produção desse setor ante uma queda de 3,9% em julho nessa base de comparação. Entre as outras categorias de uso pesquisadas pelo IBGE, houve crescimento em agosto ante julho em bens intermediários (0,1%) e bens de consumo não duráveis (1,6%). Os bens de consumo não duráveis registraram a segunda queda consecutiva ante mês anterior, com redução de 1,7% na produção em agosto ante julho. Na comparação com agosto de 2004, todas as categorias apresentaram crescimento. Além de bens de capital, aumentaram a produção os bens intermediários (0,4%), bens de consumo duráveis (13%) e bens de consumo não duráveis (8,2%).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.