Produção industrial cresce 4,1% em fevereiro em relação a 2002

A produção industrial do país cresceu 4,1% em fevereiro ante igual mês do ano anterior, na nona expansão consecutiva nessa base de comparação, segundo divulgou esta manhã o IBGE. Houve crescimento também na comparação com janeiro (0,7%). No primeiro bimestre do ano, a indústria acumulou expansão de 3,4% ante igual período do ano passado e, em 12 meses, somou aumento de 3,1% até fevereiro. O chefe do Departamento de Indústria do IBGE, Silvio Sales, disse que o desempenho industrial mantém o padrão de meses anteriores impulsionado pela indústria extrativa mineral e segmentos voltados para exportação. ExportaçõesAs exportações salvaram a indústria do desaquecimento do mercado interno provocado pela alta dos juros no primeiro bimestre deste ano. Os dados do IBGE mostram que os segmentos ligados ao mercado interno puxaram os indicadores para baixo, enquanto os crescimentos foram garantidos pelos setores vinculados às vendas externas e à agroindústria. O chefe do departamento de indústria do instituto, Silvio Sales, disse que a importância das exportações e do setor agroindustrial para a indústria vêm sendo destacados desde o segundo semestre do ano passado, mas os dados de fevereiro confirmaram os sinais de retração do mercado interno. Exemplo disso, segundo ele, é que no acumulado do primeiro bimestre do ano foram destaques de queda segmentos que dependem da demanda doméstica, como têxtil (-4,8%) e farmacêutica (-9,6%), ante um crescimento de 3,4% da indústria em geral. Por outro lado, os impactos positivos foram dados por segmentos que foram beneficiados pela exportação, como material de transporte (11,1%) ou agroindústria, como mecânica (11,4%).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.