Produção industrial cresce em 12 de 14 regiões

A produção industrial cresceu, no primeiro trimestre deste ano, em 12 das 14 regiões pesquisadas pelo IBGE, em comparação com o trimestre anterior, o quarto do ano passado. Segundo comunicado do instituto, nesta comparação, a aceleração no ritmo produtivo já registrada nos índices nacionais agora se revela nos resultados regionais. Em relação aos resultados de março, ante março de 2003, "o quadro também é de crescimento generalizado, uma vez que todas as regiões (pesquisadas) registram expansão", afirmou o instituto. Neste tipo de comparação, Amazonas (33,0%), Pernambuco (18,4%), Paraná (16,2%), Ceará (15,7%), São Paulo (12,7%) e Santa Catarina (12,5%) assinalam acréscimo acima da média nacional (11,9%). Nos demais locais, os aumentos oscilaram entre 11,4% e 1,8%, como os registrados em Bahia (11,4%), região Nordeste (11,2%), Rio Grande do Sul (10,5%), Goiás (7,2%), Espírito Santo (5,7%), Minas Gerais (3,5%), Rio de Janeiro (2,2%) e Pará (1,8%). Já no fechamento do primeiro trimestre, ante igual período do ano passado, com aumentos superiores aos 5,8% registrados no total do País, neste tipo de comparação, situam-se as indústrias do Amazonas (16,4%), Paraná (9,3%), São Paulo e Bahia (ambos com 6,9% de crescimento). Apenas Rio de Janeiro reduz a produção nesse confronto(-0,3%), com as principais pressões negativas concentradas nas atividades de outros produtos químicos (-16,4%) e nas indústrias extrativas (-6,2%).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.