Produção industrial cresce em 6 Estados pesquisados

Os índices regionais da produção industrial de julho mostram que houve crescimento da produção em seis dos 12 locais pesquisados na comparação com igual mês do ano passado, segundo os dados divulgados hoje pelo IBGE. A indústria do Rio de Janeiro (13,5%) liderou o desempenho regional, seguida por Espírito Santo (12,6%). Em seguida vieram Bahia (7,0%), Ceará (5,3%), Rio Grande do Sul (4,1%) e região Nordeste (3,8%). Quedas na produção foram registradas em Santa Catarina (-3,8%); Paraná (-2,3%); Pernambuco (-1,9%); Minas Gerais (-1,5%); São Paulo (-1,2%) e região Sul (-0,8%).A indústria paulista registrou queda em todos os indicadores em julho, com redução de 1,2% ante julho do ano passado e variação de -2,5% no acumulado do ano, e -1,9% nos últimos 12 meses. Em todas essas bases de comparação os resultados no Estado são piores do que os registrados na média do País (3,3%, 0,4% e -0,8%, respectivamente) e divulgados na semana passada. No confronto com julho de 2001, dez dos 19 setores pesquisados apresentaram queda na produção, com maior impacto do mau desempenho da indústria de material elétrico e de comunicações (-27,1%). O indicador acumulado no ano mostra redução em 12 setores dos 19 pesquisados, nesse caso também com destaque para material elétrico e de comunicações (-19,4%), pressionado sobretudo pela queda na produção de microcomputadores. Outro destaque, nesse indicador, foi a queda registrada em material de transporte (-6,6%), influenciada pela queda nas vendas dos automóveis.Produção industrial por regiões em julho.(ante igual mês do ano passado).Brasil3,3%São Paulo-1,2%Rio de Janeiro13,5%Espírito Santo12,6%Minas Gerais-1,5%Região Nordeste3,8%Bahia7,0%Ceará5,3%Pernambuco-1,9%Região Sul-0,8%Rio G. do Sul4,1%Santa Catarina-3,8%Paraná-2,3%

Agencia Estado,

16 de setembro de 2002 | 09h42

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.