finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Produção industrial da Argentina cai 2,1% em julho

A produção industrial da Argentina contraiu 2,1% em julho em comparação com junho, sob uma base sazonalmente ajustada, como resultado do racionamento forçado de energia do setor industrial em virtude da frente fria sem precedentes que atingiu o país, segundo informou a agência nacional de estatística (Indec). Sem o ajuste dos efeitos sazonais, a produção industrial caiu 0,2% em julho sobre junho. Na comparação anual, a produção industrial cresceu 2,7% em julho, em base sazonalmente ajustada, resultado que ficou bem abaixo da previsão de consenso da pesquisa mensal do Banco Central argentino, que era de +5,5%. O dado de produção industrial deveria ter saído na tarde de quinta-feira, mas sua divulgação foi adiada por motivos técnicos, segundo o Indec. As informações são da Dow Jones.

SUZI KATZUMATA, Agencia Estado

24 de agosto de 2007 | 15h49

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.