Produção industrial da China cresce 7,2% em novembro, menos que o esperado

A produção industrial da China avançou 7,2 por cento em novembro ante um ano antes, menos do que o esperado, mas as vendas no varejo avançaram 11,7 por cento e superaram as expectativas, informou nesta sexta-feira a Agência Nacional de Estatísticas.

REUTERS

12 Dezembro 2014 | 07h25

O investimento em ativos fixos, importante motor da atividade econômica, cresceu 15,8 por cento nos 11 primeiros meses do ano ante o mesmo período do ano passado, em linha com as projeções, mas reduzindo ligeiramente o ritmo.

Economistas consultados pela Reuters esperavam que a produção industrial subisse 7,5 por cento e que as vendas no varejo avançassem 11,5 por cento. A expectativa para o investimento em ativos fixos no período entre janeiro e novembro era de alta de 15,8 por cento.

Em outubro, a produção cresceu 7,7 por cento e as vendas varejistas avançaram 11,5 por cento, com o investimento em ativos fixos entre janeiro e outubro em alta de 15,9 por cento sobre o mesmo período do ano anterior.

O crescimento econômico da China desacelerou para 7,3 por cento no terceiro trimestre, no ritmo mais fraco desde a crise financeira global, apesar de uma série de medidas de estímulo.

(Reportagem de Xiaoyi Shao e Kevin Yao)

Mais conteúdo sobre:
MACROCHINAPRODUCAO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.