Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

Produção industrial da zona do euro cai 1,5% em julho

A produção industrial da zona do euro caiu 1,5% em julho ante junho, a maior queda mensal desde setembro de 2012, segundo dados da agência oficial de estatísticas da União Europeia, Eurostat. Economistas consultados pela Dow Jones haviam previsto uma alta de 0,1% no mês.

AE, Agencia Estado

12 de setembro de 2013 | 06h40

A produção caiu 2,1% em comparação com julho de 2012. A previsão era um recuo de 0,2% no ano. O nível de produção industrial da zona do euro foi o mais baixo desde abril de 2010.

Quedas consideráveis na produção em fábricas alemãs, italianas e, em menor medida, francesas foram responsáveis por grande parte da fraqueza de julho. Essas economias são as três maiores da zona do euro e compõem cerca de dois terços da sua produção total. A produção industrial alemã caiu 2,3%, revertendo um aumento de tamanho semelhante no mês anterior.

Quedas ainda mais acentuadas foram registradas em alguns dos membros menores do bloco da moeda, como a Irlanda, onde a produção caiu 8,7% em julho ante junho, e em Malta, onde a produção recuou 6,7%. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
Zona do euroindústria

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.