Produção industrial de Taiwan atinge recorde após terremoto no Japão

Companhias estão trocando fonte de materiais após tremor; produção de eletrônicos disparou 20%

Danielle Chaves, da Agência Estado,

25 de abril de 2011 | 10h20

O índice de produção industrial de Taiwan subiu 13,82% em março, para o recorde de 138,90 pontos, segundo o Ministério de Relações Econômicas. O resultado foi consequência da robusta demanda pelos produtos eletrônicos da ilha, já que muitas companhias estão trocando sua fonte de materiais depois do terremoto que atingiu o Japão em março.

O crescimento foi maior do que o de 12,93% registrado em fevereiro, mas ficou levemente abaixo da previsão dos economistas, que era de 14,40%. Março foi o 17º mês seguido de alta de dois dígitos na produção industrial taiwanesa.

Huang Ji-shih, diretor do departamento de estatísticas do ministério, afirmou que a produção de peças e componentes eletrônicos cresceu 20,6% em março, depois de um aumento na demanda pelos smartphones e tablets produzidos na ilha. As encomendas subiram em meio à preocupação com problemas de abastecimento no Japão, em razão do terremoto de março.

Separadamente, o escritório de estatísticas disse que as vendas no varejo de Taiwan cresceram 8,87% em março, ante o mesmo mês do ano passado, para 296,6 bilhões de dólares taiwaneses (US$ 10,2 bilhões), revertendo a queda de 0,94% de fevereiro. As vendas no atacado subiram 7,09%, para 872,1 bilhões de dólares taiwaneses, depois do avanço de 7,22% em fevereiro. As informações são da Dow Jones. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.