Produção industrial deve crescer 2,5%, prevê Ipea

O Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) prevê um crescimento industrial de 2,5% em 2002, com recuperação mais forte a partir do segundo semestre. Segundo o Ipea, deve haver uma queda de 3,4% no primeiro trimestre, com crescimento de 2,2% no período seguinte, de 4,7% no terceiro e de 6,5% no quarto trimestre. Os dados constam do boletim conjuntural do instituto, divulgado nesta quarta-feira. A produção industrial deve ter crescido 0,2% em janeiro deste ano em relação a dezembro do ano passado, mas o Ipea estima uma queda de 2,7% em comparação a janeiro do ano passado. O dado oficial da produção do mês passado será divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) em março.Segundo o coordenador do Grupo de Acompanhamento Conjuntural do Ipea, Paulo Levy, os dados de janeiro mostram que a indústria "mantém a tendência de recuperação gradual iniciada em novembro do ano passado". Segundo ele, a queda ante janeiro de 2001 será resultado de elevada base de comparação.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.