Produção industrial do Japão cai em abril; inflação sobe

A economia japonesa mostrou nesta sexta-feira sinais de deterioração, com a produção industrial continuando a cair e os gastos do consumidor recuando levemente, à medida que o mercado de trabalho enfraqueceu em abril.Os números divulgados pelo governo também mostram que os preços ao consumidor continuaram a subir, apesar do alerta feito pelos analistas de que uma inflação conduzida pela alta dos preços dos alimentos e da energia representa um perigo para as estimativas econômicas.A produção industrial caiu 0,3% em abril, marcando o segundo mês consecutivo de declínio, disse o Ministério de Economia, Comércio e Indústria. As exportações de componentes eletrônicos e automóveis para as nações asiáticas e os Estados Unidos diminuíram, pesando na produção em geral.O consumo das famílias em geral caiu numa inflação ajustada de 2,7% em abril, em bases anuais, queda superior a registrada em março, de 1,6%, disse o governo. O resultado sinalizou o segundo mês consecutivo de queda e ficou acima das previsões dos analistas de uma baixa de 0,9%.O núcleo do índice de preços ao consumidor, que exclui os voláteis preços dos alimentos frescos, subiu pelo sétimo mês consecutivo, registrando alta de 0,9% em abril, contra um cenário de alta global dos preços das commodities, afirmou o Ministério de Negócios Internos e Comunicações. A alta foi um pouco menor que a registrada no mês anterior (1,2%). O relaxamento no setor corporativo parece estar se espalhando para outras partes da economia, com a demanda por trabalho enfraquecendo.A taxa de desemprego subiu para 4% em abril, ajustada sazonalmente, em comparação com 3,8% em março, disse o governo. O resultado superou as estimativas dos analistas de uma elevação de 3,9%. O coeficiente da oferta de emprego para as pessoas que estão procurando trabalho, um indicador da demanda por emprego, caiu para 0,93 em abril, comparado com 0,95 em março, disse o Ministério da Saúde, Trabalho e Bem-Estar. Isto indica que 93 empregos estavam sendo oferecidos para cada 100 candidatos em abril. As informações são da Dow Jones

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.