Produção industrial do Japão cresce 5,2% em abril

A produção industrial do Japão registrou em abril o maior aumento porcentual em mais de meio século, mas as persistentes quedas de preços e o crescimento do desemprego limitaram a expectativa de que a ocupação dos pátios das fábricas se traduza em recuperação da economia.

AE-DOW JONES, Agencia Estado

29 de maio de 2009 | 06h26

Segundo os dados divulgados pelo Ministério da Economia, Comércio e Indústria, a produção industrial japonesa aumentou em abril 5,2% em relação a março. O índice de preços ao consumidor (CPI, na sigla em inglês) caiu 0,1% em abril na comparação com o mesmo mês do ano passado, no segundo mês consecutivo de declínio. A taxa de desemprego, por sua vez, aumentou 0,2 ponto porcentual em abril, para 5%, o mais alto nível desde novembro de 2003.

O crescimento da produção industrial em abril é o maior já registrado pelo atual método de cálculo, que começou em 2005, e também a maior expansão desde março de 1953, durante a Guerra da Coreia. O diretor do Escritório de Análise Econômica do Ministério, Katsuya Shimura, explicou, no entanto, que as diferenças na estrutura industrial do país dificultam uma comparação simples entre os dados atuais e os da década de 50. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
Japãoindústriaprodução

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.