Produção industrial do Japão sobe 3,4%

A produção industrial cresceu 3,4%, em janeiro, no Japão, superando a expansão de 2,6% prevista pelos economistas e fornecendo mais uma evidência de que a recuperação da economia do sol nascente segue firme. Em dezembro, a produção tinha se desacelerado 0,8%. Na comparação com janeiro de 2003, a produção aumentou 5%. Mas as companhias não se mostraram entusiasmadas sobre os próximos meses. No levantamento feito pelo Ministério da Economia, Comércio e Indúsria, as empresas afirmaram que pretendem enxugar a produção, em média, em 4,1% em fevereiro e voltar a ampliá-la apenas 0,7% em março. A perspectiva instável reflete, principalmente, as incertezas sobre impacto da recente valorização do iene sobre as exportações japonesas, motor da recuperação econômica.DesempregoA nova série de dados sobre a economia japonesa não trouxe só sinais positivos. A taxa de desemprego subiu de 4,9% em dezembro para 5% em janeiro, indicando que o mercado de trabalho ainda apresenta condições frágeis mesmo com outros dados indicando recuperação firme da atividade econômica do país. O aumento contrariou os prognósticos dos analistas, que previam estabilidade da taxa de desemprego. Em novembro, a taxa de desemprego estava em 5,2%.

Agencia Estado,

27 de fevereiro de 2004 | 08h02

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.