Filipe Araujo/Estadão
Filipe Araujo/Estadão

Produção industrial em SP cai 0,3% em setembro de 2016 ante setembro de 2015, segundo IBGE

Em relação ao mesmo período do ano passado, 13 dos 15 locais pesquisados tiveram resultados negativos; na comparação mensal nove locais registraram alta

Daniela Amorim, O Estado de S.Paulo

08 Novembro 2016 | 13h16

RIO - A produção do maior parque industrial do País teve pequeno recuo em setembro, na comparação com o mesmo mês do ano passado. A queda em São Paulo foi de 0,03%, resultado bem mais ameno do que a retração de 4,8% mostrada no total nacional, segundo os dados da Pesquisa Industrial Mensal - Produção Física Regional, divulgados nesta terça-feira, 8, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Na comparação com igual mês do ano anterior, 13 dos 15 locais pesquisados tiveram resultados negativos. O recuo mais intenso foi registrado pelo Espírito Santo (-19,7%), pressionado pela queda na produção do setor extrativo, especialmente minérios de ferro pelotizados. As demais perdas foram registradas por Goiás (-11,5%), Amazonas (-10,9%), Mato Grosso 

(-10,3%), Paraná (-9,1%), Bahia (-8,0%), Ceará (-6,1%), Pernambuco (-3,4%), Região Nordeste (-2,8%), Minas Gerais (-1,8%), Rio Grande do Sul (-1,0%) e Rio de Janeiro (-0,1%). Na direção oposta, o Pará teve expansão de 3,6%, puxada pelo setor extrativo, notadamente minérios de ferro em bruto. Santa Catarina teve ligeira variação positiva de 0,2%.

Na passagem de agosto para setembro, a produção industrial cresceu em 9 dos 14 locais pesquisados no País. O avanço mais intenso foi registrado no Espírito Santo, cuja alta de 9,0% elimina a perda de 7,0% verificada no mês anterior. Os demais resultados positivos foram em Minas Gerais (2,0%), São Paulo (1,6%), Rio Grande do Sul (0,7%), Região Nordeste (0,6%), Amazonas (0,5%), Pará (0,5%), Rio de Janeiro (0,5%) e Pernambuco (0,2%). Na direção oposta, houve perdas em Goiás (-3,3%), Ceará (-1,9%) e Bahia (-1,6%). As indústrias de Paraná (0,0%) e Santa Catarina (0,0%) permaneceram estáveis. No total do País, a produção industrial aumentou 0,5% em setembro ante agosto.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.