Produção industrial na zona do euro sobe em setembro

A produção industrial da zona do euro (grupo dos 16 países que adotam o euro como moeda) subiu 0,3% em setembro ante agosto, mas caiu 12,9% na comparação com setembro do ano passado, na menor queda porcentual em termos anuais desde dezembro, informou o escritório de estatísticas Eurostat. A alta em termos mensais é a quinta consecutiva. Os dados de agosto foram revisados para um ganho de 1,2% ante julho, de alta de 0,9% divulgada anteriormente, e queda anual de 15,1%, de 15,4% anteriormente. Economistas esperavam que a produção industrial aumentasse 0,5% no mês e caísse 14,2% no ano em setembro.

NATHÁLIA FERREIRA, Agencia Estado

12 de novembro de 2009 | 08h50

O detalhamento dos números de produção industrial mostra que ainda há fraqueza em algumas áreas. A produção de bens de consumo duráveis caiu 6,0% em setembro, na maior queda mensal desde que os registros começaram, em 1990, enquanto a produção de energia diminuiu 2,1%, o declínio mais forte desde março. A produção de bens de capital subiu 1,7% em setembro, a de bens de consumo não duráveis aumentou 1,1% e a de bens intermediários cresceu 0,6%. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
zona do euroindústriaprodução

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.