finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Produção industrial nos EUA fica estável em março pelo segundo mês consecutivo

Na comparação com março do ano passado, a produção industrial avançou 3,8%

Álvaro Campos, da Agência Estado,

17 de abril de 2012 | 11h48

WASHINGTON - O Federal Reserve dos EUA divulgou hoje que a produção industrial no país ficou estável pelo segundo mês consecutivo em março, em um sinal de hesitação neste setor, que é um dos principais motores do crescimento econômico do país. Na comparação com março do ano passado, a produção industrial avançou 3,8%.

Em outro indício de desaceleração na indústria, a taxa de utilização da capacidade no setor recuou para 78,6% em março, da leitura revisada para cima de 78,7% em fevereiro. Analistas ouvidos pela Dow Jones previam uma taxa de utilização da capacidade de 78,6%, enquanto a expectativa para a produção industrial era de aumento de 0,2%. Inicialmente os especialistas esperavam uma alta de 0,3% na produção, mas essa projeção foi revisada.

O relatório do Fed mostra ainda que a produção no setor manufatureiro caiu 0,2% em março, após a alta de 0,8% em fevereiro. Já a produção no setor de mineração subiu 0,2% no mês passado, depois de cair 4,0% em fevereiro. A produção no setor de serviços, que tem a maior participação na economia dos EUA, não é avaliada neste relatório.

Apesar do dado decepcionante sobre a produção industrial, algumas áreas tiveram um desempenho positivo em março. A produção de automóveis e autopeças avançou 0,6%, após o ganho de 0,8% em fevereiro. Mas a montagem de automóveis caiu para a taxa sazonalmente ajustada de 9,99 milhões de unidades em março, de 10,12 milhões em fevereiro. É a primeira queda desde novembro. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
IndústriaEUAFed

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.