Produção industrial nos EUA fica estável em março pelo segundo mês consecutivo

Na comparação com março do ano passado, a produção industrial avançou 3,8%

Álvaro Campos, da Agência Estado,

17 de abril de 2012 | 11h48

WASHINGTON - O Federal Reserve dos EUA divulgou hoje que a produção industrial no país ficou estável pelo segundo mês consecutivo em março, em um sinal de hesitação neste setor, que é um dos principais motores do crescimento econômico do país. Na comparação com março do ano passado, a produção industrial avançou 3,8%.

Em outro indício de desaceleração na indústria, a taxa de utilização da capacidade no setor recuou para 78,6% em março, da leitura revisada para cima de 78,7% em fevereiro. Analistas ouvidos pela Dow Jones previam uma taxa de utilização da capacidade de 78,6%, enquanto a expectativa para a produção industrial era de aumento de 0,2%. Inicialmente os especialistas esperavam uma alta de 0,3% na produção, mas essa projeção foi revisada.

O relatório do Fed mostra ainda que a produção no setor manufatureiro caiu 0,2% em março, após a alta de 0,8% em fevereiro. Já a produção no setor de mineração subiu 0,2% no mês passado, depois de cair 4,0% em fevereiro. A produção no setor de serviços, que tem a maior participação na economia dos EUA, não é avaliada neste relatório.

Apesar do dado decepcionante sobre a produção industrial, algumas áreas tiveram um desempenho positivo em março. A produção de automóveis e autopeças avançou 0,6%, após o ganho de 0,8% em fevereiro. Mas a montagem de automóveis caiu para a taxa sazonalmente ajustada de 9,99 milhões de unidades em março, de 10,12 milhões em fevereiro. É a primeira queda desde novembro. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
IndústriaEUAFed

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.